Justiça do Acre afasta prefeito de Xapuri

A Justiça do Acre afastou por 60 dias o prefeito de Xapuri, Júlio Barbosa, do PT, sucessor do líder sindicalista Chico Mendes, morto em dezembro de 1988. Barbosa é suspeito de diversas irregularidades que ainda estão sendo investigadas pela polícia e o promotor de Justiça da cidade, Almir Blanco. Ex-seringueiro, o Barbosa foi eleito por duas vezes prefeito de Xapuri, onde também nasceu Chico Mendes.As investigações em torno de Barbosa começaram quando o Ministério Público descobriu irregularidades na Secretaria de Finanças do município, chegando até mesmo a prender a titular da pasta, Senáurea Bezerra. Ela também é acusada de queimar centenas de documentos, inclusive notas fiscais e recibos comprometedores.O afastamento de Júlio Barbosa aconteceu depois de um depoimento prestado por Senáurea ao promotor Almir Blanco, que pediu sua saída do cargo por 90 dias. O juiz Elson Mendes Junior atendeu ao pedido, mas Barbosa poderá recorrer em instâncias superiores, a partir desta semana. O prefeito não foi localizado pelo Estado.Barbosa ficou conhecido nacionalmente em 1988, quando ocupou a presidência do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Xapuri, substituindo Chico Mendes, assassinado no dia 22 de dezembro daquele ano, com dois tiros. Seringueiro, Barbosa nunca assumiu nenhum cargo público antes da prefeitura de Xapuri, onde foi eleito por duas vezes. Atualmente sua administração é bastante criticada, principalmente depois das denúncias de corrupção na Secretaria de Finanças.Aliado político e amigo do governador do Acre, Jorge Viana (PT), o prefeito de Xapuri também se tornou uma figura internacional. Após a morte do líder sindicalista, ele e outros integrantes do Sindicato começaram uma série de viagens por diversos países, atendendo convites de entidades ambientalistas e sindicais. Tanto Barbosa como outros ex-companheiros de Chico Mendes foram duramente criticados.Xapuri ficou conhecida com a morte de Chico Mendes, mas é também cidade natal de diversas personalidades conhecidas no cenário nacional. Na cidade nasceram o jornalista Armando Nogueira, o ex-ministro da Saúde Adib Jatene, o ex-ministro e senador Jarbas Passarinho e o comediante José de Vasconcelos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.