Justiça divulga balanços da semana Nacional de conciliação

Conciliação é o meio rápido de resolver problemas judiciais e permite que os processos não acumulem

Agência Brasil

05 de dezembro de 2008 | 14h52

Tribunais de Justiça Regionais Federais e Estaduais já começaram a divulgar balanços parciais da Semana da Conciliação promovida pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ). O balanço final só será divulgado no inicio da noite pelo presidente do CNJ, ministro Gilmar Mendes. A conciliação é o meio rápido e amigável de resolver problemas judiciais. Além disso, ela permite que os processos não fiquem acumulados nos tribunais. Em São Paulo, em três dias, ocorreram 1.338 audiências. Nelas, foram fechados 802 acordos, no valor de mais de R$ 7 milhões. As audiências promovidas pela Justiça Federal e Justiça do Trabalho foram realizadas no Estádio do Pacaembu. No Rio de Janeiro, nos dois primeiros dias da semana de conciliação, a primeira instância da Justiça Federal do Rio de Janeiro realizou cerca de 320 audiências, nas quais foram feitos 165 acordos. A expectativa da Justiça Federal no estado é que sejam realizadas cerca de 3.500 audiências. Em Goiás, o Tribunal de Justiça Estadual realizou 1.777 audiências e 718 acordos. Estudantes de direito também estão participando da semana por meio dos núcleos de prática jurídica. Dois juízes foram designados para supervisionar e coordenar os trabalhos feitos pelos alunos. Ainda no estado, a Justiça Regional do Trabalho de Goiás pôs em pauta, nos três primeiros dias da semana de conciliação, 1.245 processos, dos quais 397 resultaram em acordos, O valor resultante dessas conciliações foi de R$ 1,8 milhão. A expectativa do TRT é de que sejam colocados em pauta 1.600 processos. Já em Minas Gerais foram registrados nos dois primeiros dias da semana de conciliação 1.688 audiências realizadas nas centrais de conciliação da Justiça Federal, com 895 acordos fechados. Nos Juizados Especiais foram realizadas 3.671 audiências e 1.366 acordos. A 5ª Região, que abrange os estados do Ceará, Rio Grande do Norte, da Paraíba, de Pernambuco, Alagoas e Sergipe, realizou 1.686 audiências nos Tribunais Regionais Federais, que resultaram em 874 acordos. O valor desses acordos chega a R$ 7,4 milhões.

Tudo o que sabemos sobre:
JustiçaSemana da Conciliação

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.