Justiça determina leilão de 38 imóveis de fraudador do INSS

Trinta e oito imóveis do ex-advogado Ilson Escóssia da Veiga, condenado pelo desvio de R$ 500 milhões do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), serão leiloados nos dias 14 e 15 de maio, no Fórum da Capital, por determinação do presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Miguel Pachá. Com a venda, cerca de R$ 5 milhões devem ser recuperados e devolvidos aos cofres públicos.Na lista do leilão, resultado da sentença na ação penal promovida pelo Ministério Público contra fraudes no INSS, estão imóveis de luxo, como um apartamento duplex na Barra da Tijuca (zona oeste), avaliado em R$ 350 mil. Outro bem de destaque é um terreno de cinco mil metros quadrados com várias edificações, em Cabo Frio (Região dos Lagos), cujo valor foi calculado em R$ 530 mil. Também serão vendidos imóveis em Petrópolis (região serrada), Baixada Fluminense e Arraial do Cabo.Veiga foi condenado por formação de quadrilha e peculato em junho de 1992 por ter participado de um esquema de fraude à Previdência entre 1988 e 1991. Ele cumpre a pena de 14 anos na penitenciária de Bangu (zona oeste).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.