Justiça condena três ligados a João Alves

O Tribunal Regional Federal da 1ª Região confirmou a condenação de Wilma Soares, Sílvio Soares e Trajano de Macedo por crime contra a ordem tributária. Wilma e Sílvio eram intermediários na ocultação do dinheiro desviado da União pelo deputado João Alves, morto em 2004. Trajano era seu secretário. Eles devem cumprir pena de prisão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.