Justiça condena dez por cobrar propina

O Tribunal de Justiça de Rondônia condenou ontem um deputado estadual, oito ex-deputados e um assessor acusados de cobrar propina do governador Ivo Cassol (sem partido) em troca de apoio político. O grupo deve responder por formação de quadrilha, concussão (extorsão praticada por funcionário público) e corrupção passiva. Eles ainda podem recorrer da decisão. As penas variam de seis a 17 anos de prisão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.