Justiça bloqueia pagamento de show de dupla em MT

A Justiça de Mato Grosso determinou hoje o bloqueio de contas de organizadores de evento para evitar o pagamento com dinheiro público do show da dupla Zezé di Camargo e Luciano realizado no último domingo, 4, na 5ª Expodiamantino, no município de Diamantino.

FÁTIMA LESSA, Agência Estado

06 Setembro 2011 | 19h50

A decisão atende ao pedido da promotora de Justiça Anne Karine Louzich Hugueney Wiegert, da 2ª Promotoria de Justiça Cível de Diamantino. O MPE argumentou que o evento é da iniciativa privada, mas o show da dupla sertaneja foi custeado com recursos públicos da Prefeitura de Diamantino. O show da dupla custa R$ 210 mil.

Wiegert disse que decidiu propor a ação cautelar depois de ter recebido denúncia anônima sobre "a irregularidade". Ela disse que requisitou informações ao prefeito Juviano Lincoln. O prefeito respondeu e encaminhou a nota de empenho, mas não esclareceu se o recurso já havia sido repassado integralmente à dupla. Diante disso, a promotora entrou com a ação cautelar para tentar "impedir eventual repasse e assegurar o bloqueio das contas" dos organizadores da feira e da empresa responsável pelos shows "Maciel & Santana Ltda ME" e da bilheteria do show da dupla sertaneja Zezé di Camargo e Luciano.

Segundo Wiegert, os patrocinadores da Expodiamantino receberam patrocínios para divulgação e arrecadaram com o aluguel dos espaços cujos preços variaram entre R$ 500 e R$ 7 mil, sem contar a venda dos ingressos. A medida cautelar é preparatória para a ação principal que, segundo a promotora, "buscará responsabilização por atos de improbidade administrativa". Procurada pela reportagem, a assessoria de imprensa do prefeito não quis se pronunciar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.