Justiça bloqueia bens e quebra sigilo de Blairo Maggi

O senador e ex-governador de Mato Grosso, Blairo Maggi, do PR, e o desembargador do Tribunal de Justiça (TJ-MT) e ex-secretário de Saúde, Marcos Henrique Machado, tiveram a quebra do sigilo fiscal e o bloqueio de bens, em até R$ 9,8 milhões, decretados, ontem, pela Justiça Federal em Mato Grosso, segundo a Rádio CBN.

Agência Estado

04 de outubro de 2011 | 03h53

Blairo Maggi e Marcos Machado são acusados pelo Ministério Público Federal (MPF) de improbidade administrativa na contratação da empresa Home Care Medical Ltda, no primeiro mandato de Blairo como governador (2003-2006). De acordo com o MPF, teria ocorrido superfaturamento na contratação de serviços para a Secretaria Estadual de Saúde.

Tudo o que sabemos sobre:
bloqueiosigilo fiscalBlairo Maggi

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.