Justiça bloqueia bens da Santa Casa do Rio

A juíza Andréa Gonçalves Duarte, da 47.ª Vara Cível da capital, determinou nesta segunda-feira a indisponibilidade dos bens da Santa Casa deMisericórdia do Rio de Janeiro, da Mediphacos Limitada e de seus sócios, Marcelo Francisco Pessoa Soares e Emyr Francisco Soares Júnior. Todos estãoenvolvidos no caso do gel acusado de causar perda de visão em diversas pessoas. Os autores da ação, Cezar Augusto Turishina, Júlio Cezar Simba e Leontina Lopes, vítimas do medicamento, querem garantir o pagamento de indenizações caso os réus sejam considerados culpados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.