Justiça aceita perícia da Unicamp sobre Eldorado dos Carajás

O Tribunal de Justiça do Estado do Pará decidiu hoje que vai aceitar a perícia da Universidade de Campinas (Unicamp) feita nas imagens do massacre de Eldorado dos Carajás, segundo a Globo News. O confronto entre policiais e trabalhadores rurais aconteceu em 1996 e provocou a morte de 19 sem-terra. A decisão representa uma vitória da acusação porque a juíza Eva Coelho do Amaral, responsável pelo caso, tinha excluído a perícia do processo. As imagens revelam que a Polícia Militar atirou primeiro nos sem-terra e que os manifestantes só avançaram na direção dos soldados para resgatar um homem que estava caído na estrada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.