Juro menor não aumenta intenção de consumo, diz pesquisa

As reduções da Selic, a taxa básica de juros da economia, nos últimos seis meses aumentaram a disposição de apenas 22% dos entrevistados para fazer compras a prazo. Contudo, de acordo com a pesquisa CNT/Sensus, divulgada nesta terça-feira, 10, para a maioria, 65,4%, a redução da Selic não aumentou a disposição para fazer novos financiamentos.Entre os que disseram que houve aumento na disposição de compras a prazo, 48,4% efetivamente aumentaram suas compras enquanto 46,8% não aumentaram.A pesquisa mostra ainda que do universo dos entrevistados dispostos a fazer compras a prazo a preferência é por aquisições de eletrodomésticos, com 28% do total.Casa própria foi o segundo item mais citado, com 23,9%, enquanto material de construção e carro aparecem na seqüência com 15% e 11,1%, respectivamente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.