Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Jungmann diz que sempre respeitou MST

O ministro do Desenvolvimento Agrário, Raul Jungman, disse hoje que, mesmo polarizando, sempre respeitou o Movimento dos Sem-Terra (MST) como um movimento da cidadania. Ele fez tal declaração após a solenidade em que foi sancionado o projeto de lei do Sistema Público do Registro de Terras, sobre o reconhecimento do presidente Fernando Henrique Cardoso do papel do MST. "O MST tem o seu papel, mas tem uma cultura de transgressão. Tem crise no DNA," disse.Segundo o ministro, "isso (a existência de crise no DNA) faz com que se viva mais em crise com o governo que com entendimento". Para Jungman, o MST não pode deixar de ser encarado como uma expressão da cidadania. "Tem defeitos, cometem atos de estupidez ao invadir terras, mas são intocáveis e tem que ser respeitados como movimento social", afirmou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.