Jungmann diz que MST não pode expulsar famílias

O ministro do Desenvolvimento Agrário, Raul Jungmann, disse hoje que o Movimento dos Sem-Terra (MST) não tem poder para expulsar famílias de assentamentos, como ocorreu, recentemente, em vários municípios do Paraná e do Rio Grande do Sul. Segundo denúncias de assentados paranaenses, famílias que não concordavam com as regras estabelecidas pelo MST, ou que adquiriram áreas de outros assentados, foram expulsas de suas glebas. "Essa atitude é um equívoco do MST", disse Jungmann.Segundo ele, não compete ao movimento social proceder como juiz dessa questão. "Qualquer medida que deva ser tomada com relação às terras do assentamento é atribuição exclusiva do poder público", disse.Para o ministro, a função do MST deve se restringir a organizar o acesso das famílias à terra. "Não é sua função receber repasses de dinheiro para o assentamento, nem tirar as pessoas que estão assentadas pois o movimento não é dono das terras." Segundo ele, as denúncias feitas pelas famílias assentadas estão sendo investigadas pelo Ministério Público Federal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.