Jungmann anuncia medidas contra a seca

O ministro do Desenvolvimento Agrário, Raul Jungmann, anunciou as primeiras medidas que o governo vai tomar para enfrentar a seca no Nordeste. Coordenador da recém-criada Câmara Setorial Extraordinária para cuidar de assuntos da seca, Jungmann disse que o governo já dispõe de R$ 9 milhões para a distribuição de água em carros-pipa nas áreas mais afetadas, e de R$ 1,5 milhão para a compra imediata de 100 mil cestas básicas, que deverão começar a ser distribuídas já na semana que vem. Jungmann antecipou ainda que, dentro de 15 dias, vai anunciar novas medidas nas áreas de educação, saúde e saneamento para a região.Segundo ele, a idéia é aproveitar programas já previstos, como o bolsa-escola e o bolsa-alimentação, bem como acelerar a liberação de recursos para obras de recursos hídricos. O ministro destacou que a ação do governo terá como objetivo romper com os tradicionais programas de combate à seca que, segundo ele, servem apenas para manter relações clientelistas e atrasar o desenvolvimenmto da região. "O que não se quer é o pacto da miséria, em que massas famintas se vendem para uma oligarquia local", afirmou.Jungmann anunciou ainda que, emergencialmente, a Câmara já conta também com R$ 35 milhões para levar água às escolas e que, dentro de 12 dias, haverá mais R$ 3,2 milhões para compra de 259 mil cestas básicas. O plano foi apresentado hoje ao presidente Fernando Henrique Cardoso, que o aprovou, segundo Jungmann.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.