Juízes paulistas podem pedir aposentadoria em massa

A reforma da Previdência pode levar mais de 400 magistrados do Estado de São Paulo a solicitarem aposentadoria, disse hoje o presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, Sérgio Antonio Nigro Conceição, em audiência pública na Assembléia Legislativa. "Se eles (os 400) se aposentarem, a Justiça paulista entrará em caos, seja em relação às vagas existentes, seja em relação à recomposição capacitada dos quadros", disse.O presidente do TJ paulista disse ainda temer que a reforma previdenciária aumente a corrupção no Poder Judiciário. "Hoje, para a seleção de um magistrado, fazemos uma verdadeira devassa na sua vida, mas isso não basta. É preciso manter a fiscalização durante a carreira desse magistrado. Precisamos dar para magistrados e servidores uma expectativa de vida, de aposentadoria tranqüila", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.