Juíza recua em pena a procuradora

A juíza substituta da 3.ª Vara Federal do Espírito Santo, Renata Coelho Padilha, reconsiderou sua própria decisão de aplicar pena de prisão à procuradora-chefe da União no Estado, Leandra Maria Rocha Moulaz. Na última semana, ela havia ordenado que a União fornecesse certidão positiva com efeitos negativos para uma empresa de empreendimentos imobiliários, excluindo a companhia do cadastro de inadimplentes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.