Juíza manda desocupar fazenda de Jader

A juíza da comarca de Aurora do Pará, Andréa Lopes Miralha, determinou a imediata desocupação, com força policial, da fazenda Chão de Estrelas, pertencente ao presidente do Senado, Jáder Barbalho (PMDB-PA). A ordem deve ser cumprida pela PM nas próximas 24 horas. Cerca de 130 homens do Batalhão de Choque, Cavalaria e Canil, com escudos, balas de borracha e spray de pimenta serão utilizados na operação. Os policiais serão comandados pelo chefe de Missões Especiais, coronel Benedito Moraes, e irão percorrer 288 km de Belém até a fazenda de Jáder. O secretário de Defesa Social, Paulo Sette Câmara, e o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Mauro Calandrine, também receberam da juíza uma interpelação para que justifiquem porque não foi cumprida a liminar de manutenção de posse, expedida no dia 2 de maio passado, para a retirada dos invasores. Calandrine falou por telefone com a juíza, justificando que a ordem judicial não foi cumprida porque diversos órgãos públicos decidiram negociar com a direção estadual do MST uma saída pacífica para o problema.

Agencia Estado,

19 de junho de 2001 | 20h21

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.