Juíza determina fim de greve em escola técnica de Campinas

Uma liminar da juíza Simone Cazoreti, da 14ª Vara da Fazenda de São Paulo, determinou que a Secretaria Estadual da Ciência e Tecnologia promova a retomada das aulas na escola técnica (Fatec) Bento Quirino, em Campinas, em um prazo de três dias, a contar de terça-feira. De acordo com a Justiça, pais e alunos não têm culpa do impasse entre o governo do Estado e professores, em greve há mais de dois meses. Caso as aulas não sejam retomadas, a Justiça estabeleceu multa de R$ 10 mil por dia. Segundo o Bom Dia SP, da TV Globo, a ação foi movida por 29 pais de alunos da Bento Quirino. A maior preocupação dos alunos é a possibilidade de perder o semestre por causa da greve. Só na escola Bento Quirino, são 1.200 estudantes que estão sem aulas.A decisão, apesar de provisória, abre precedente para liminares em outras cidades, que podem determinar o fim da paralisação.A Secretaria Estadual de Ciência e Tecnologia informou que já foi notificada sobre a liminar. A secretaria tem prazo de 72 horas para a volta às aulas. A assessoria da secretaria também informou ainda que serão descontados os dias em que os professores e funcionários não trabalharam, pois a greve foi considerada ilegal pela Justiça.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.