Juiz rejeita representação de Marta Suplicy contra rádio

O juiz Roberto MaiaFilho, da 1ª Zona Eleitoral, julgou hoje improcedente representação formulada pela candidata do PT à reeleição à Prefeitura de São Paulo, Marta Suplicy, contra a Rádio ExcelsiorLtda. (CBN). Motivou a representação, comentário feito pela jornalista Lúcia Hipólito, às 7h36 do último dia 5, quando disse que acandidata passa para a classe média imagem de ?arrogante e antipática?. Ao rejeitar a representação, disse o juiz, que a jornalista não expressou uma opinião pessoal, mas se baseou em pesquisasdivulgadas pela imprensa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.