Juiz nega pedido de liminar do 'Estado' contra censura

O desembargador Waldir Leôncio, do Tribunal de Justiça (TJ) do Distrito Federal, rejeitou hoje um pedido de liminar feito pelo o jornal O Estado de S. Paulo para que fosse liberada a publicação de reportagem sobre Fernando Sarney, filho do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP). No dia 30 de julho, o desembargador Dácio Vieira proibiu o periódico de divulgar informações a respeito da Operação Faktor, conhecida como Boi Barrica, da Polícia Federal (PF), que envolve o filho do peemedebista.

MARIÂNGELA GALLUCCI, Agencia Estado

13 de agosto de 2009 | 19h08

No despacho em que negou a liminar, Waldir Leôncio solicita informações ao colega de tribunal, desembargador Dácio Vieira. Depois, ele pedirá um parecer ao Ministério Público do Distrito Federal (MP-DF). Em seguida, a ação do jornal será julgada pela 2ª Câmara Cível do Tribunal.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.