Juiz manda penhorar prédio da Record

Para garantir a execução de sentença que condenou a Rede Record de Televisão a pagar ao Magistrado Luiz Beethoven Giffone Ferreira indenização de R$ 1 milhão, com juros e correção, por danos morais, o juiz Gustavo Santini Teodoro da 23ª Vara Cível da Capital, decretou a penhora judicial de um imóvel da emissora.O imóvel se localiza na Rua do Bosque, nº 1393, na Barra Funda, na zona oeste de São Paulo, e tem área de 4.225 metros quadrados.A sentença condenatória foi proferida em outubro do ano passado porque a Record,em vários programas populares, fez falsas acusações contra Giffone, a pretexto deirregularidades não comprovadas em processos de adoção de menores em Jundiaí, na região noroeste do Estado de São Paulo, acusando o juiz de ?traficante de crianças?.A Record apelou da sentença ao Tribunal de Justiça. Se o recurso for acolhido e asentença reformada, a penhora judicial será levantada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.