Juiz manda despejar sem-terra em Presidente Epitácio

O juiz substituto Fábio Mendes Ferreira, do Fórum de Presidente Epitácio, no Pontal do Paranapanema, região oeste do Estado, determinou nesta terça-feira o despejo das 100 famílias do MST Central do Brasil, que, no último sábado, invadiram a Fazenda São Jorge, naquele município. A reintegração de posse foi requerida pelo proprietário das terras, Jorge Luizari. Segundo o advogado Luis Antonio Galiani, o despejo deve ocorrer na manhã desta quarta-feira. "Tomamos todas as providências necessárias para a saída dos invasores."Ele vai pedir a abertura de inquérito policial contra os líderes da invasão por terem matado um boi da fazenda e ferido outros a tiros. O líder dos sem-terra, Edi Ronan, disse que as famílias não têm para onde ir, mas não há intenção de resistir à ordem judicial. Ele negou o ataque aos bois da fazenda. Os acampados fariam uma assembléia nesta terça à noite. O MST Central do Brasil é inspirado no Movimento dos Sem-Terra (MST), embora se declare independente. Ronan, que coordena o grupo, foi ferroviário e teve atuação no sindicato da categoria.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.