Juiz eleitoral em Manaus coíbe programa de vereadores

Candidatos a vereador de três coligações em Manaus foram proibidos desde ontem, pelo juiz eleitoral Gildo Alves de Carvalho Filho, de usarem seus horários para fazer propaganda do candidato majoritário das coligações, o prefeito Serafim Corrêa (PSB), que concorre à reeleição. As coligações que apóiam Serafim "Manaus para todos", "Manaus para todos II" e "Bom para você, bom para Manaus" estavam usando o tempo destinado à propaganda dos candidatos a vereador para exibirem música da campanha majoritária, com um boneco imitando o prefeito.Se desobedecerem à determinação, as coligações podem ser multadas em R$ 5 mil por dia. A decisão do juiz foi baseada no artigo 28, Parágrafo 8, da Resolução 22.718 do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que veda aos partidos políticos e às coligações incluir, no horário destinado aos candidatos proporcionais, propaganda das candidaturas majoritárias, ou vice-versa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.