Juiz decreta prisão de mais 4 fiscais acusados de corrupção

Mais quatro funcionários públicos acusados de ter contas ilegais na Suíça tiveram a sua prisão decretada hoje na 3ª Vara Federal Criminal, após prestarem depoimento ao juiz Lafredo Lisboa, no processo que investiga o caso. O magistrado decretou a prisão preventiva do fiscal estadual Júlio César Nogueira e dos auditores federais Marcos Antônio Bonfim da Silva, Roberto Cavallieri Vommaro e Heraldo da Silva Braga. Segundo o juiz, há elementos para a decretação da prisão preventiva, que foi pedida pela procuradora Marylucy Santiago Barra, alegando que havia possibilidade de fuga dos réus, risco à ordem pública, à ordem econômica e para garantir a boa instrução criminal. Lisboa não aceitou a argumentação dos advogados de defesa, de que o ato era desnecessário porque os réus se apresentaram a todos os atos processuais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.