Juiz condena prefeito por improbidade administrativa

O prefeito Anderson Adauto foi condenado ontem por improbidade administrativa à perda do cargo e dos direitos políticos por 5 anos. A sentença é do juiz Lênin Ignachitti, que o havia afastado há dois dias. Desta vez, o processo apura a publicação da foto e de mensagem de Adauto em 15 mil agendas distribuídas aos alunos de Uberaba. Ele recorrerá da decisão e ficará no cargo até o fim da ação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.