Juiz condena Cameli a devolver R$ 2,4 milhões

O juiz Jair Facundes, da 2ª Vara Cível da Justiça Federal, condenou nesta sexta-feira o ex-governador do Acre Orleir Cameli, o irmão dele Eládio Cameli, e o pai Mamud Cameli, a devolverem R$ 2,4 milhões aos cofres da União por superfaturamento de 75% nas obras de asfaltamento de 20 quilômetros da Rodovia BR-364, no trecho entre Tarauacá e o projeto de assentamento Santa Luzia, em Cruzeiro do Sul (700 quilômetros de Rio Branco).O valor inicial da obra era de R$ 1,4 milhão. Várias outras irregularidades foram identificadas pela Justiça, como a ausência de concorrentes na licitação do contrato.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.