Juiz acusado de fraude eleitoral é preso

O juiz estadual Rivoldo Sarmento está preso em Maceió, acusado de ter facilitado fraude eleitoral na comarca onde trabalha na cidade de Porto de Pedras. O esquema é investigado pela Polícia Federal na Operação Voto Nulo. A fraude teria beneficiado o prefeito Rogério Farias (PTB), que também está preso. O magistrado teve a prisão decretada na noite de anteontem pelo Tribunal Regional Eleitoral. Após a votação, Rivoldo se entregou na sede do TRE. Ele e Farias negam a acusação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.