Judiciário reage ao ajuste fiscal

A notícia de que será necessário fazer um ajuste fiscal nos gastos repercutiu imediatamente noJudiciário. Os presidentes do Supremo Tribunal Federal (STF), Carlos Velloso, e doSuperior Tribunal de Justiça (STJ), Paulo Costa Leite, marcaram uma reunião para segunda-feira para discutir uma ?solução conjunta?.Após a divulgação da necessidade de o Judiciário cortar R$ 78,5 milhões, Costa Leitedivulgou uma nota na qual afirma que ?soa muito estranho os presidentes dos tribunaisserem meros carimbadores do que já vem pronto do Executivo?.No início da noite,havia a expectativa de que o presidente do Supremo também divulgaria uma nota sobre oajuste fiscal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.