Estadão
Estadão

Jucá minimiza viagem de Temer em jatinho da JBS

Michel Temer disse não saber de quem era a aeronave

Isabela Bonfim, O Estado de S.Paulo

08 de junho de 2017 | 17h33

BRASÍLIA - O líder do governo, Romero Jucá (PMDB-RR), minimizou o fato de o presidente Michel Temer ter viajado em jatinho da JBS em 2011, quando era vice-presidente. "Não vejo nada de mais. Não é um tipo de irregularidade ir a um evento de empresários em um avião. Não vejo nenhum problema, a não ser o alarde político por conta do momento. Esse é um assunto menor diante dos problemas que o país está vivendo", defendeu o senador.

De acordo com Jucá, o presidente pegou uma carona, "como diversas autoridades pegam carona em avião". Ele alegou que Temer usou a aeronave para ir a um evento público, um encontro da Lide (Grupo de Líderes Empresariais). Entretanto, o presidente não usou o jatinho para o evento nessa ocasião. Ele viajou com a família para Comandatuba. 

O senador também afirmou que o presidente não mentiu e que a confusão de informações veio de sua assessoria. "O presidente não ia se lembrar, quem disse foi a assessoria. Se a assessoria deu uma informação e depois corrigiu, acho que a situação está explicada", alegou. 

Apesar de assumir que viajou no jatinho, Michel Temer disse não saber de quem era a aeronave. Jucá, entretanto, não quis opinar sobre quão seguro seria o presidente viajar em um avião desconhecido. "Não vou responder pela segurança do presidente, essa é uma tarefa da segurança."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.