Marina Malheiros/Estadão
Marina Malheiros/Estadão

Juca Ferreira evita comentar críticas de Marta

Ex-ministra da Cultura usou as redes sociais para atacar indicação de Dilma para substituí-la

Ricardo Della Coletta e Laís Alegretti, Agência Estado

01 de janeiro de 2015 | 14h48

Brasília - O ministro indicado da Cultura, Juca Ferreira, se negou a comentar nesta quinta-feira, 1º, as críticas disparadas contra ele pela ex-ministra e senadora Marta Suplicy (PT-SP). Ao chegar ao Salão Verde da Câmara dos Deputados, ambiente que dá acesso ao plenário da Casa, onde ocorrerá a cerimônia de posse da presidente Dilma Rousseff, Ferreira parou para conversar com os jornalistas e disse que sua nova nomeação é "uma responsabilidade enorme e um desafio".

Ao ser questionado sobre a nota divulgada pela senadora após sua indicação para o cargo, na qual a petista diz que ele promoveu desmandos quando ocupou a Pasta pela primeira vez, Juca Ferreira se irritou e disse que não responderia sobre esse tema. Em seguida, interrompeu a conversa e deixou o local.

Um pouco antes, na chegada ao Congresso, o novo ministro afirmou não ter lido as críticas de Marta e falou de sua experiência na área. "Estou vindo da experiência de São Paulo, então já conheço as duas pontas, o governo federal e poder local, então acho que posso ajudar", disse.

Outros ministros já passaram pela chapelaria do Congresso Nacional, mas não fizeram declarações à imprensa, como Alexandre Tombini, presidente do Banco Central; Luiz Inácio Adams, da Advocacia Geral da União (AGU) e Aloizio Mercadante, da Casa Civil.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.