Jucá diz que tendência é Meirelles permanecer no cargo

O líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), avaliou esta manhã que a tendência é a de o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, permanecer no cargo. Ontem à tarde, Meirelles teve um encontro com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e solicitou um prazo de 24 horas para tomar a decisão. "A tendência é ficar porque ele está preocupado com o cenário todo", disse Jucá, no evento realizado esta manhã no Itamaraty para transmissão de cargo dos ministros que estão deixando suas pastas para concorrer às eleições de outubro.

CÉLIA FROUFE, Agência Estado

31 de março de 2010 | 11h43

De acordo com Jucá, "Meirelles está pensando o que vai fazer da vida". "É difícil dizer, mas é natural que ele pense duas vezes antes de deixar o BC", afirmou. O nome de Meirelles é visto como "extraordinário" pelo PMDB para concorrer a uma vaga no Senado por Goiás ou compor a chapa com a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, à Presidência. "O que senti é que a decisão ainda não está tomada."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.