Jucá critica ataques de ACM ao governo

O líder do governo no Senado, Romero Jucá (PSDB-RR), rebateu as críticas que o ex-senador Antônio Carlos Magalhães (PFL-BA) fez ao governo em seu discurso de renúncia. Segundo Jucá, o governo não tem "absolutamente nada" a ver com o assunto da violação do painel que induziu Antônio Carlos a renunciar. Para Jucá, se o ex-presidente do Senado, depois de pertencer por seis anos à base aliada de FHC no Congresso, faz esta crítica está sendo, no mínimo, "insincero". ACM, em seu discurso, fez críticas à imprevidência do governo em relação ao racionamento de energia elétrica e ao fato de não ter, segundo o ex-senador, combatido a corrupção, Além de ter insinuado que o governo estaria em decadência perante à opinião pública por não ter ouvido seus conselhos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.