Jovens do MST invadem Incra em Fortaleza

Setecentos integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) invadiram na madrugada desta terça-feira a sede o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), em Fortaleza. Os sem terra estão dentro do Incra e também interditam a Avenida José Bastos, nos dois sentidos, em frente à sede do órgão federal, onde fizeram barricadas com queima de pneus. Eles cobram melhorias para 88 assentamentos no Ceará, desbloqueio de verbas para a reforma agrária no Estado, assistência técnica e assentamento em 27 acampamentos.

LAURIBERTO BRAGA, Agência Estado

23 de julho de 2013 | 20h49

A direção do MST informou que as reivindicações são as mesmas de lutas anteriores que não foram atendidas. Eles exigem a presença de representantes nacionais do Incra para negociar a pauta. A ideia dos sem terra é permanecer na ocupação até que sejam recebidos pelo Incra e que tenham garantias que as reivindicações sejam atendidas.

A invasão começou às 5h e só tem previsão de acabar quando eles forem recebidos pelo Incra. A líder da manifestação, Antônia Ivoneide, afirmou que o Incra está retendo R$ 18 milhões para reforma agrária no Ceará. O Incra local informou que a pauta foi encaminhada para a direção nacional.

Curso

Cerca de 400 jovens vindos de assentamentos, acampamentos de reforma agrária e comunidades rurais iniciaram nesta terça-feira o XII Encontro Estadual de jovens do MST. O curso, que acontece anualmente, é realizado por meio de uma parceria entre MST e Universidade Federal do Ceará (UFC).

O curso programa pela manhã trabalhos sobre conjuntura agrária, desafios e perspectivas da juventude do campo, gênero e sexualidade e agroecologia. À tarde acontecem oficinas de capoeira, agitação e propaganda, teatro, grafite, estêncil, audiovisual, rádio e comunicação popular no campo, psicologia, autoestima e projeto de vida, agroecologia, práticas de reciclagem, customização. À noite acontece programação cultural com apresentação de teatro (sarau), jornada socialista, arraiá da reforma Agrária e banda de rock.

Tudo o que sabemos sobre:
MSTINCRAFORTALEZA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.