José Rainha é preso no Pontal do Paranapanema

O líder do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST), José Rainha, foi preso por volta das 7 horas no acampamento Che Guevara, em Mirante do Parapanema, em São Paulo. A equipe do delegado Donato Farias chegou ao local após uma denúncia anônima. Rainha tem mandado de prisão expedido pela Justiça por formação de quadrilha, ameaça e danos.Segundo o investigador Wolney Oliveira, a polícia não tinha certeza de que Rainha estava no local. "Quando olhei numa das casas, vi Rainha na porta dos fundos e dei voz de prisão", contou o policial. Ele disse que o líder do MST não obedeceu e avançou. "Eu estava com a arma na mão e mesmo assim ele me empurrou e atirei para o chão", narrou.Oliveira afirmou que o delegado mandou Rainha parar e ele "rolou" com o policial no chão. Enquanto isso, outros sem-terra chegaram com facas nas mãos e o investigador disparou dois tiros para o alto, mas ninguém ficou ferido. "Poderia ter sido pior", desabafou o policial. Apenas José Rainha foi levado para a delegacia de Teodoro Sampaio, onde chegou às 7h45. Outros seis integrantes do movimento continuam sendo procurados pela polícia. O clima em torno da delegacia está tranqüilo e não há sem-terras nas imediações.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.