José Dirceu pediu a ministro para não receber petista

Além das novas críticas do vice-presidente José Alencar à política de juros do governo, o ministro-chefe da Casa Civil, José Dirceu, não gostou do comportamento do senador Paulo Paim (PT-RS), que estava ao lado de Alencar ouvindo as críticas. Para evitar outras cenas de constrangimentos envolvendo autoridades do governo que Dirceu telefonou ao ministro da Previdência, Ricardo Berzoini, pedindo-lhe que não recebesse Paim, em audiência marcada para às 11 horas. O encontro havia sido marcado pelo próprio Berzoini, para que Paim pudesse entregar propostas alternativas à reforma da Previdência. Sem titubear, Dirceu entrou em operação. Ao perceber a represália, Paim denunciou o fato à imprensa e explicitou sua irritação na tribuna do Senado. Ele lamentou a recusa de Berzoini em recebê-lo e afirmou que o ministro da Previdência não está "à altura da boa convivência entre Executivo e Legislativo".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.