Márcio Fernandes/Estadão (05/09/2013)
Márcio Fernandes/Estadão (05/09/2013)

José Dirceu diz que condições do cárcere 'são razoáveis'

Ex-ministro escreveu em bilhete que passa o tempo 'lendo, estudando e trabalhando'

Andreza Matais - O Estado de S. Paulo,

22 Dezembro 2013 | 14h09

BRASÍLIA - Preso desde o dia 15 de novembro, o ex-ministro José Dirceu diz já ter se acostumado com a vida no cárcere. "O ambiente entre nós é bom e apesar da ilegalidade da prisão e do regime fechado, as condições carcerárias são razoáveis. Temos biblioteca e banho de sol, como todos os internos, inclusive acesso a uma cantina", descreveu em bilhete encaminhado por meio dos advogados à uma amiga, publicado no seu blog mantido por assessores.

Sua rotina, segundo relatou, é "fazer muita ginástica e planos". Para o tempo passar diz que esta "lendo, estudando e trabalhando". Ele não informou no que está trabalhando dentro do presídio, mas observou: "O estudo e o trabalho contam como remição de pena. O ambiente entre nós é bom e apesar da ilegalidade da prisão e do regime fechado, as condições carcerárias são razoáveis. Apesar da saudade, da indignação, continuo daquele meu jeito que você também conhece."

O Blog do Zé publicou apenas o trecho do bilhete, não o manuscrito. Conforme o jornal O Estado de S. Paulo revelou hoje, os presos do mensalão foram obrigados a doar os livros para a biblioteca do Complexo Penitenciário da Papuda e passaram a cumpri horário para leitura.

Dirceu cumpre pena em regime semiaberto condenado como chefe do esquema do mensalão, que consistiu na compra de apoio político no governo Lula. Ele foi condenado a 10 anos e 10 meses de prisão em regime fechado, mas cumpre a pena no semiaberto até o julgamento de um último recurso pelo Supremo Tribunal Federal (STF), o que deve ocorrer no próximo ano.

"Já na rotina para o tempo passar, lendo, estudando e trabalhando. Fazendo muita ginástica e planos. O estudo e o trabalho contam como remição de pena. O ambiente entre nós é bom e apesar da ilegalidade da prisão e do regime fechado, as condições carcerárias são razoáveis.Temos biblioteca e banho de sol, como todos os internos, inclusive acesso a uma cantina. Apesar da saudade, da indignação, continuo daquele meu jeito que você também conhece."

Mais conteúdo sobre:
mensalão Dirceu

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.