José Dirceu deixa reunião do PT com "zíper na boca"

O ministro-chefe da Casa Civil, José Dirceu, deixou o Hotel Pestana, em São Paulo, onde acontece a reunião do diretório nacional do PT. Ele não quis falar com os jornalistas. Apenas gesticulou como se tivesse um zíper na boca, que estava sendo fechado, e disse apenas que, hoje, quem falaria era o presidente do PT, José Genoino; o ministro da Previdência, Ricardo Berzoini; e o líder do governo no Senado, Aloizio Mercadante (PT-SP). Dirceu admitiu que, conversou, ontem, com o governador de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB), mas recusou-se a detalhar o conteúdo do diálogo. Ao ser questionado se acreditava que o encontro de hoje, no diretório nacional do PT, teria clima para um acordo da reforma da Previdência, respondeu: "Vamos esperar até terça-feira".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.