José Dirceu critica discurso de Malan

O presidente nacional do PT, deputado José Dirceu (SP), criticou o ministro da Fazenda, Pedro Malan, por ter declarado hoje que o discurso do PT não é coerente com o de um partido que pretende governar o País. "A opinião do Malan não tem importância porque o ministro perdeu a credibilidade. A política que este governo implantou não deu certo", afirmou Dirceu. Ele disse ainda que o País precisa lembrar-se dos quatro compromissos que Fernando Henrique assumiu e não cumpriu, como por exemplo o da moralidade. "Veja a que estamos assistindo neste governo, que passa por uma completa desmoralização. A outra promessa foi a da reforma política, onde a única coisa que fizeram foi estabelecer a reeleição, com fisiologismo e compra de votos". Questionado se Malan estaria falando como candidato, José Dirceu ironizou: "Deus não vai nos dar este presente. O candidato do governo deverá ser mesmo Serra", observou, referindo-se ao ministro da Saúde, José Serra.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.