José Arruda está com 50% da artéria obstruída, diz médico

Para Bruno Caiado, saúde de Arruda é preocupante por ter histórico familiar de hipertensão e diabetes

Celso Júnior, da Agência Estado

16 de março de 2010 | 14h12

O governador afastado do Distrito Federal, José Roberto Arruda (ex-DEM), está com 50% da artéria principal do coração obstruída e terá que se submeter a um cateterismo - processo cirúrgico para exame detalhado das coronárias ou correção de problemas cardiovasculares. A informação é do médico particular de Arruda, Brasil Caiado, ao deixar nesta terça-feira, 16, a sede da Superintendência da Polícia Federal, onde o governador está preso há mais de um mês.  

 

Veja também:

https://www.estadao.com.br/estadao/novo/img/icones/mais_azul.gif Arruda deixou o DEM porque seria expulso, diz Rodrigo Maia

https://www.estadao.com.br/estadao/novo/img/icones/mais_azul.gif CPI do DF retoma ofensiva por depoimento de Durval Barbosa

https://www.estadao.com.br/estadao/novo/img/icones/mais_azul.gif TRE analisa cassação de Arruda por infidelidade

 

Segundo Caiado, uma tomografia do coração identificou o problema. Na avaliação do médico, o estado de saúde de Arruda é preocupante porque ele tem histórico familiar de hipertensão e diabetes.

 

Nesta terça-feira, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) começa a julgar o pedido de cassação do mandato do governador por infidelidade partidária. Ameaçado de expulsão do DEM por causa do escândalo de corrupção no DF, Arruda abandonou a legenda em dezembro do ano passado.

Tudo o que sabemos sobre:
mensalãoDFJosé Roberto Arrudasaúde

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.