José Aníbal: Adins do PR não têm fundamento

O secretário estadual de Ciência, Tecnologia e Meio Ambiente, José Aníbal, reforçou as declarações do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, dizendo que não têm fundamento as três ações de inconstitucionalidade (Adins) que o governo paranaense protocolou contra o Estado de São Paulo no Supremo Tribunal Federal (STF), na terça-feira. "São Paulo vai se defender e vencerá esta batalha". Segundo ele, o Estado não deu incentivos à guerra fiscal e sim implantou medidas que tornaram o Estado mais competitivo na briga pela instalação de fábricas. Com as adins, o governo do Paraná quer impugnar disposições do decreto que regulamenta o ICMS de São Paulo.O secretário afirmou que recuperar as vantagens competitivas do Estado "é, e sempre foi, prioridade para o governo". Ele mencionou os investimentos em infra-estrutura logística, na capacitação da mão-de-obra, na formação de profissionais e na manutenção da atualização dos recursos humanos, como exemplos de medidas que tornaram o Estado mais atrativo. De acordo com Aníbal, os investimentos estão sendo possíveis graças ao corte de gastos e à renegociação da dívida e de contratos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.