José Alencar volta a ter sangramento no abdome

Sangramentos intensificaram-se nos últimos dias por causa da retomada da quimioterapia

Gustavo Uribe, da Agência Estado,

07 de janeiro de 2011 | 12h33

SÃO PAULO - O ex-vice-presidente da República José Alencar voltou a apresentar hoje quadro de sangramento não contínuo na região abdominal. A informação é da assessoria do Hospital Sírio-Libanês, na capital paulista. Segundo o hospital, o estado de saúde de Alencar é monitorado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Cardiológica.

O mais recente boletim médico, divulgado às 20h45 de ontem, indicou que o ex-vice-presidente respirava sem a ajuda de aparelhos e se recupera de um procedimento de embolização, a que foi submetido na quarta-feira para estancar a hemorragia intestinal. Os sangramentos intensificaram-se nos últimos dias por causa da retomada, na terça-feira, do tratamento de quimioterapia. Na segunda-feira, o médico oncologista Paulo Hoff admitiu que o tumor abdominal de Alencar voltou a crescer.

Alencar trava há mais de 13 anos uma luta contra o câncer na região abdominal. O ex-vice-presidente está internado no Sírio-Libanês desde o dia 22, quando passou por cirurgia de emergência em razão de uma hemorragia digestiva.

Tudo o que sabemos sobre:
Alencartratamentosangramento

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.