José Alencar segue internado sem previsão de alta

Ainda não se sabe se Alencar poderá assumir a presidência, em função da provável viagem do presidente Lula

Solange Spigliatti, da Agência Estado,

13 de janeiro de 2008 | 13h19

O vice-presidente da República, José Alencar, de 76 anos, continuava internado no hospital Sírio-Libanês e seu estado geral é estável, segundo boletim divulgado na tarde deste domingo, 13, assinado pelo Dr. Riad Younes. De acordo com a nota, Alencar está sob os cuidados da equipe médica coordenada pelo Dr. Paulo Hoff e ainda não há previsão de alta médica. O próximo boletim médico será liberado na segunda-feira, 14. Alencar deu entrada no hospital por volta das 22h30 deste sábado, 12, com febre alta. A febre pode ser uma conseqüência das seções de quimioterapia que o vice-presidente vem realizando para combater um câncer no abdômen. De acordo com os médicos, a febre já está controlada.  Os médicos ainda vão investigar a possibilidade de alguma infecção e realizar exames para medir os níveis de hemoglobina do vice-presidente. Essa nova internação não estava programada, pois outras sessões de quimioterapia deveriam ocorrer somente daqui a duas semanas. Ainda não se sabe se Alencar poderá assumir a presidência, em função da provável viagem do presidente Luiz Inácio Lula da Silva a Cuba na próxima semana. Lula deve anunciar em Havana, na próxima terça-feira, um pacote de linhas de crédito para a ilha de Fidel Castro. Alencar sofre de câncer no abdômen e já passou por seis cirurgias para combater a doença. No último dia 3, internou-se no Sírio-Libanês para sessões de quimioterapia, onde ficou por três dias. Ao deixar o hospital, admitiu que seu estado de saúde é grave, mas demonstrou otimismo.

Mais conteúdo sobre:
Alencar

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.