Jornal britânico tem acesso a dados de hackers da LulzSec

De acordo com o 'Guardian', grupo é pequeno, desorganizado e valoriza exposição na mídia

Estadão.com.br,

24 de junho de 2011 | 11h07

SÃO PAULO - Dados de membros do LulzSec, ou Lulz Security, permitiram que profissionais do jornal britânico Guardian tivessem acesso a um fórum do grupo. De acordo com informações do jornal, o líder deles atende pelo codinome "Sabu", um suposto consultor de segurança de 30 anos. O LulzSec seria pequeno, algo em torno de seis a oito pessoas.

Pelas conversas, o Guardian conseguiu identificar ainda os membros "Kayla", "Topiary" e "storm". Na reportagem, o grupo é apontado como desorganizado e obcecado por exposição na mídia.

O acesso ao canal de comunicação foi possível após o vazamento de logs, um dado que pode ser utilizado para descobrir os autores de uma ação no ambiente virtual, que teriam sido divulgados por "m_nerva", uma antiga afiliada e agora desafeto do grupo. "Lembre deste twitte, m_nerva, eu sei que você vai ler: sua cela gelada será assombrada pelas nossas risadas sem fim. Fim de jogo, criança", escreveram membros da LulzSec.

O grupo tem uma braço brasileiro, que atende por LulzSecBrazil. Este grupo foi responsabilizado pelo ataque aos portais da Presidência, da Receita Federal e da Petrobrás nesta semana.

Recentemente, o LulzSec que promoveu ataques cibernéticos a servidores da CIA (agência de inteligência americana), do FBI (polícia federal americana), do serviço público de saúde britânico, o NHS, da empresa Sony e das TVs Fox e PBS.

Nos ataques, os hackers se utilizam de uma rede de computadores e servidores que, simultaneamente, enviam comandos para se conectar a determinados sites. Sem dar conta do tráfego elevado, os servidores atingidos acabam ficando inacessíveis.

Tudo o que sabemos sobre:
hackerataque virtual

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.