Jornais argentinos também destacam caso Waldomiro

A denúncia de corrupção contra o ex-subchefe parlamentar da Casa Civil Waldomiro Diniz, continua recebendo a atenção e o destaque dos jornais argentinos. Em duas páginas compartilhadas com publicidades, o Clarín publica uma reportagem destacando que o assunto "assombra" o governo de Luiz Inácio Lula da Silva. O jornal também traz uma análise, na qual opina que o presidente "conseguirá evitar que se investigue o primeiro caso de corrupção nos altos níveis oficiais. E é provável que o assunto perca, com o tempo, o impacto inicial". O Clarín diz ainda que o episódio "embaça a imagem de Lula e seu Governo", além de ?escavar? as bases do Partido dos Trabalhadores".O La Nación dedica um trecho de sua reportagem para mencionar a piada que circula pelos corredores de Brasília: ?o PT seria um partido mais honesto porque seus funcionários pedem 1% (de comissão pelos ?negócios?) e não 10%, como outros". La Nación também faz um breve resumo de fatos "escandalosos" do atual governo: o carro oficial para transportar a cadela Michele; a viagem de Benedita da Silva a Buenos Aires; a renúncia do secretário nacional de Segurança Pública, Luiz Eduardo Soares; o funcionário do PT do Rio Grande do Sul pedindo à polícia permissão para o jogo ilegal. O portal Infobae afirma que depois de "cortar a cabeça do principal acusado, a estratégia agora é salvar o homem forte da administração, José Dirceu, e desde já, o presidente".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.