Jornada por reforma agrária deve reunir 3 mil em Brasília

Outras mobilizações ocorrem nos Estados; marcha iniciada em Campinas chegou nesta segunda a São Paulo

Solange Spigliatti, da Central de Notícias,

10 de agosto de 2009 | 08h37

Cerca de três mil trabalhadores rurais do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e de outros movimentos da Via Campesina, oriundos de 23 Estados, devem se reunir em um acampamento pela reforma agrária em Brasília a partir desta segunda-feira, 10, em frente ao estádio Mané Garrincha, segundo previsão das entidades.

 

A mobilização integra a Jornada Nacional de Lutas por Reforma Agrária e pede a efetivação de um programa que beneficie cerca de 90 mil famílias atualmente acampadas e 45 mil assentadas que esperam por investimentos em habitação, infraestrutura e produção.

 

Os acampados querem também a atualização dos índices de produtividade utilizados como referência para classificar um imóvel rural como improdutivo.

 

Jornada nos Estados

 

O MST também promove mobilizações nas capitais para reivindicar a reforma agrária. Em São Paulo, teve início na última quarta-feira, 5, uma marcha de Campinas até São Paulo, com 1,2 mil trabalhadores rurais.

 

Nesta segunda-feira, 10, o grupo com cerca de 300 pessoas chegou de ônibus ao km 15 da Rodovia Anhanguera e seguiram a pé pela rodovia. Por volta das 8h15, os manifestantes ocupavam duas faixas da pista local da Marginal do Tietê, em direção ao Palácio dos Bandeirantes, na zona sul de São Paulo.

 

Cerca de 500 trabalhadores do MST do Pará também iniciaram uma marcha de aproximadamente 200 km, do município de Irituia até a capital Belém, caminhando pela rodovia Belém - Brasília.

Tudo o que sabemos sobre:
MSTreforma agráriaacampamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.