Jorge Murad nega envolvimento com Usimar

O ex-gerente de Planejamento do Estado do Maranhão, Jorge Murad, negou, em depoimento à Justiça Federal, ter tido qualquer envolvimento com a aprovação do projeto Usimar, que chegou a receber R$ 44 milhões de financiamento da Sudam e se revelou uma fraude. Jorge Murad prestou depoimento durante duas horas ao juiz Ricardo Macieira. Na saída, conversou com a imprensa e disse que irá provar sua inocência. Disse que conheceu Jader Barbalho quando ele era ministro de José Sarney, mas que nunca manteve nenhuma conversa com ele sobre financiamentos de projeto da Sudam. Jorge Murad também negou que tenha feito intermediação do projeto com Theodor Hübner, proprietário da empresa controladora da Usimar, mas admtiu que se encontrou com ele três vezes, uma delas na Lunus, onde atendia algumas pessoas pela manhã, horário em que não havia expediente na Gerência de Planejamento. Murad é acusado de peculato, formação de quadrilha, estelionato qualificado, supressão de documento e falsidade ideológica e pode receber uma pena de 26 anos de reclusão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.