Jobim pede saída de general que criticou Comissão

O ministro da Defesa, Nelson Jobim, pediu hoje ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva o afastamento do chefe do Departamento Geral do Pessoal do Exército, general Maynard Marques de Santa Rosa, por causa da nota divulgada pela internet, na qual, segundo reportagem publicada hoje pelo jornal Folha de S. Paulo, critica a Comissão da Verdade, criada pelo governo para investigar crimes contra os direitos humanos no período da ditadura. Para o militar, a comissão seria formada por "fanáticos" e se transformaria em uma "comissão da calúnia".

RAFAEL MORAES MOURA E TÂNIA MONTEIRO, Agencia Estado

10 de fevereiro de 2010 | 14h23

"Confiar a fanáticos a busca da verdade é o mesmo que entregar o galinheiro aos cuidados da raposa", afirmou o general.

Depois de conversar com o comandante do Exército, general Enzo Martin Peri, Jobim solicitou o afastamento do general, que entrará para a reserva em março.

O ministro considera que o militar extrapolou com essas manifestações por estar na ativa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.