Jobim livra ministro de condenação por uso de avião da FAB

O ministro da Ciência e Tecnologia, Roberto Sardemberg, conseguiu se livrar pelo menos temporariamente de uma condenação imposta por um juiz federal de Brasília pelo uso indevido de aviões da Força Aérea Brasileira (FAB). Ex-ministro da Justiça de Fernando Henrique Cardoso e atual integrante do Supremo Tribunal Federal (STF), Nelson Jobim concedeu uma liminar em uma reclamação da União contra a decisão que condenou Sardemberg a perder seus direitos políticos por oito anos e a ressarcir os gastos com as viagens. Jobim concordou com a tese de que, por envolver ministro de Estado, a ação deveria tramitar originalmente no STF e não na Justiça Federal de 1.ª Instância. Além de Sardemberg, outras autoridades usaram indevidamente aviões da FAB, como o procurador-geral da República, Geraldo Brindeiro, que foi para o arquipélago de Fernando de Noronha.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.