Jobim articula para presidir PMDB a partir de março

O ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) Nelson Jobim desistiu de ser ministro e pode ser o próximo presidente do PMDB, apurou o Portal. Jobim era cotado para assumir o Ministério da Justiça no segundo mandato do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.A articulação de Jobim para assumir a presidência do partido pode facilitar a formação do governo de coalizão idealizado por Lula. O ex-presidente do STF foi ministro da Justiça no primeiro mandato de Fernando Henrique Cardoso, entre 1995 e 1997.Na última quarta-feira, Lula apresentou uma proposta formal de coalizão, em sua primeira reunião institucional com a Executiva Nacional do PMDB. Na ocasião, o atual presidente da legenda, deputado Michel Temer, confirmou que a maioria do partido apóia o governo. "Não gostaria mais de fazer essa distinção entre governistas e oposicionistas", disse, após o encontro. "O partido é majoritariamente favorável à coalizão".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.