Jobim afirma que governo ainda não decidiu sobre caças

Ministro negou que governo tenha chegado a uma definição sobre a compra das aeronaves de combate

Célia Froufe, da Agência Estado,

04 de fevereiro de 2010 | 12h50

O ministro da Defesa, Nelson Jobim, negou nesta quinta-feira, 4, que o Brasil tenha batido o martelo a respeito dos caças que serão comprados pelo País. Segundo informação veiculada nesta quinta-feira pelo jornal Folha de S.Paulo, o governo já teria se decidido pela aeronave francesa, o Rafale. "Não está nada definido, pois o procedimento não foi finalizado", disse o ministro, durante o balanço dos três anos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). "A notícia não tem fundamento."

 

Veja também:

linkSenado vai convocar Jobim para esclarecimentos

link Aeronáutica nega confirmação sobre compra do Rafale

link Planalto teria decidido por caça francês após revisão do preço

 

No entanto, a assessoria do Ministério da Defesa indicou esta manhã ao estadao.com.br que a decisão sobre a compra dos caças só será divulgada oficialmente depois do Carnaval. Além disso, o ministro ainda não entregou seu relatório ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o que deve ocorrer nos próximos dias.

 

De acordo com a matéria da Folha de S. Paulo, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o ministro Jobim definiram a compra do Rafale depois que a empresa reduziu o preço do pacote de aviões de US$ 8,2 bilhões para US$ 6,2 bilhões. Em comunicado, o Comando da Aeronáutica informou que não recebeu qualquer comunicação oficial sobre o vencedor do processo de seleção dos novos caças para a Força Aérea Brasileira (FAB).

No fim de dezembro, o Comando da Aeronáutica se reuniu e fez um relatório técnico com critérios de pontuação, colocando à frente da concorrência o caça sueco Gripen, fabricado pela Saab. Mas tanto Jobim quanto assessores do presidente Lula alegam que a Estratégia Nacional de Defesa é que deve estar à frente dessa decisão - cuja prioridade é a transferência de tecnologia. No cálculo do Planalto, o Rafale seria, então, o avião mais adequado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.