Joaquim Barbosa diz que imprensa amplifica crise

Depois da sessão de julgamento nesta segunda-feira no Supremo Tribunal Federal (STF), o ministro Joaquim Barbosa criticou a imprensa, que estaria amplificando, segundo entendeu, a crise na Corte provocada por sua decisão de "fatiar" o relatório do mensalão. "Há muita intolerância neste Brasil. Para alguns periódicos deste país, incomoda muito a minha presença neste tribunal", disse.

AE, 20, Agência Estado

20 de agosto de 2012 | 23h05

Na sexta-feira passada, o "Estado" publicou reportagem onde relatava que a proposta de "fatiar" o julgamento do mensalão instalara uma crise nos bastidores da Corte. O revisor do processo, ministro Ricardo Lewandowski, rechaçou a ideia e ameaçou renunciar ao posto por não ter sido informado com a devida antecedência sobre o modelo a ser adotado pelo relator. Barbosa, porém, afirmou ontem que teve uma participação menor na discussão sobre o modelo de votação dos réus do mensalão.

Tudo o que sabemos sobre:
Joaquim Barbosaimprensa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.